Usiminas

Usiminas reúne lideranças para discutir futuro da empresa

19-12-2017

O ano de 2018 já começou, ao menos para os 388 gestores da Usiminas. Líderes da empresa em todo o país estiveram reunidos nos dias 14 e 15 de dezembro, no Minascentro, em Belo Horizonte, para fazer um balanço dos resultados de 2017 e discutir sobre os objetivos gerais e as metas para 2018. Durante o encontro, que marcou o encerramento dos trabalhos do primeiro ano do programa Trilha de Desenvolvimento da Liderança – serão três no total – foram apresentados também, em primeira mão, a nova visão e os novos valores, refletindo a nova fase de resultados positivos e sustentáveis que vem sendo apresentados pela companhia.
Presente ao encontro, o presidente do Conselho de Administração da Usiminas, Elias Brito, enalteceu o momento pelo qual a empresa está passando. “Tenho conversado com profissionais de outras empresas e muitos deles têm dito que 2017 é um ano para se esquecer, por toda a crise política e econômica vivida. Para a Usiminas, por outro lado, é um ano para ser sempre lembrado, pelos resultados consistentes obtidos por toda a equipe e pelo início da retomada da companhia”, afirmou.

A opinião foi compartilhada pelo presidente da companhia, Sergio Leite, que destacou a retomada do Encontro de Líderes, após seis anos, e o fato de a Usiminas estar fazendo planejamento estratégico depois de três anos lutando pela sobrevivência da empresa. “Devemos nos orgulhar de todo o trabalho realizado ao longo de 2017. Graças ao empenho de todos, podemos voltar a pensar no futuro, planejando a Usiminas que queremos ser daqui a um, dois, cinco, dez anos”, disse. O presidente também destacou a antecipação em quase dois anos no pagamento de US$ 90 milhões no pagamento da dívida. Com o início da amortização da dívida, a Usiminas supera mais uma importante etapa de sua reestruturação financeira, com vistas à geração de resultados sustentáveis.

O ano de 2017 foi um período de reversão dos resultados financeiros da Usiminas, que saltou de um Ebtida negativo acumulado nos 12 meses encerrados no segundo trimestre de 2016 da ordem de R$ 196 milhões para um Ebtida Acumulado positivo de R$ 1,9 milhão no terceiro trimestre deste ano. Paralelamente, a empresa iniciou as obras de reforma do Alto-Forno 1, de Ipatinga, que deve retomar suas operações em abril do próximo ano; voltou a gerar vagas de emprego; teve sua nota de risco de crédito elevada por duas das principais agências globais, a Standard and Poors e a Fitch.

Planejamento estratégico

Um dos pontos mais esperados do encontro foi a apresentação relativa do Plano Estratégico Plurianual da Usiminas. O trabalho de construção do documento foi iniciado no último mês de setembro e segue ao longo do primeiro trimestre de 2018. Na primeira etapa, já concluída, foram definidos os pilares que irão sustentar a atuação da empresa pelos próximos cinco anos, envolvendo temas como segurança, competitividade, recursos humanos, satisfação dos clientes, investimentos, sustentabilidade e inovação.

Além do planejamento geral da Usiminas, os diretores das demais empresas – Usiminas Mecânica, Mineração Usiminas e Soluções Usiminas – também traçaram os cenários e os planos para o próximo ano.

Reputação e Liderança

O evento contou também com apresentações de profissionais do mercado. A presidente do Reputation Institute Brasil, Ana Luísa Almeida, falou sobre a importância da reputação para as empresas. Nesse quesito, segundo dados apurados pelo instituto, a reputação da Usiminas cresceu de 58 pontos, ao final de 2016, para cerca de 65 pontos em 2017, o que, segundo a especialista, é um aumento pouco comum e bastante expressivo em um período tão curto. A pontuação atual coloca a Usiminas no patamar do setor no Brasil.

Já o professor da Fundação Dom Cabral (FDC) e da Fundação Getulio Vargas (FGV), Zeca de Mello foi ao palco para falar sobre liderança e protagonismo. O palestrante estimulou os líderes da companhia a buscarem relações mais autênticas e baseadas na confiança, além do desenvolvimento da criatividade e da inovação. “Trabalho é também lugar de gente feliz”, disse.

Ao final, uma apresentação teatral mostrou, de forma lúdica, a importância dos valores da Usiminas. Na sequência, os líderes receberam uma camisa com os novos princípios e posaram para a foto de encerramento do encontro.


Categorizados em: Notícias