Usiminas

Programa de saúde da Usiminas é reconhecido internacionalmente

19-10-2018

Iniciativa beneficia cerca de 1,6 mil empregados

O programa Superar, desenvolvido em parceria pela Usiminas e a Fundação São Francisco Xavier (FSFX), acaba de ser premiado pela World Steel Association como “Excelência em Saúde e Segurança – Impacto em Saúde Ocupacional”. A premiação é entregue anualmente às empresas com os melhores esforços e resultados na busca por um ambiente de trabalho saudável, visando, também, o compartilhamento de boas práticas. O presidente da companhia, Sergio Leite, recebeu o troféu durante a Conferência Anual da entidade, que reuniu os líderes das principais companhias siderúrgicas, em Tóquio, no Japão. Ao todo, 23 projetos concorreram na categoria Saúde e Segurança, sendo seis reconhecidos em três subcategorias. Em Saúde Ocupacional, a Usiminas foi a única vencedora.

“Pessoas e segurança são valores para a Usiminas. Rotineiramente reforçamos nosso compromisso com a saúde e o bem-estar dos nossos colaboradores. Reconhecimentos externos, como esse da World Steel, que recebemos pelo segundo ano consecutivo, sinalizam que estamos trilhando um caminho adequado para a consolidação de um ambiente de trabalho cada vez melhor e mais saudável, não somente para as atividades profissionais mas também com impacto na vida pessoal dos empregados.”, avalia Sergio Leite.

Criado em 2014 na Usina de Ipatinga e implantado em Cubatão em 2016, o programa Superar busca reduzir a ocorrência de lesões osteomusculares (ossos e músculos) causadas por traumatismos oriundos, por exemplo, da prática inapropriada de atividades esportivas e por ocorrências de trânsito. Um levantamento realizado pela Usiminas indicou que 30% das faltas ao trabalho se deram em razão dessas lesões. O programa identifica os grupos com maior risco potencial e oferece orientações e apoio de profissionais de saúde a empregados com problemas relatados na coluna, joelhos e ombros, reduzindo a necessidade de internações e cirurgias.

A iniciativa também conta uma abordagem preventiva, a partir da recomendação de exercícios físicos apropriados, condicionamento físico e postural, além de reeducação para a direção segura.

Atualmente, o Projeto Superar conta com cerca de 1600 empregados participantes. Somente no ano passado, 900 empregados foram encaminhados pela Saúde Ocupacional da FSFX e Usiminas para uma abordagem individual do projeto. Outros colaboradores também se inscreveram por iniciativa própria, em busca de melhorar sua qualidade de vida. Os resultados mensurados após implantação da iniciativa apontam uma redução de 75% nas faltas até 15 dias e de 70% nas superiores a 15 dias relacionadas a problemas osteomusculares, entre os empregados que concluíram o plano de cuidados instituído pelo programa. O programa Superar é parte do Sistema de Saúde Usiminas.

Além da premiação pela World Steel Association, o programa Superar também foi vencedor, na categoria Empresas Privadas, do “8º Prêmio Gestão do Absenteísmo e Reabilitação Profissional”. A apresentação do programa e a entrega da premiação serão realizadas durante o 11º Congresso Gestão do Absenteísmo e Reabilitação Profissional, que acontecerá no próximo mês de novembro, em Campinas (SP). O prêmio e o congresso são iniciativas do Centro Brasileiro de Segurança e Saúde Industrial.


Categorizados em: Notícias, Releases