Blog da Usiminas

Uma Usiminas cada vez mais acessível

A Usiminas busca ser uma empresa cada vez mais diversa e inclusiva em cada uma de nossas ações, e por isso, estamos dando mais um passo rumo à acessibilidade na comunicação.

Agora os sites das empresas Usiminas contarão com a Maya, uma intérprete de Libras que usa inteligência artificial para traduzir conteúdos escritos para linguagem de sinais.

Essa solução se chama HandTalk e foi premiada pela ONU, em 2013, como o Melhor Aplicativo Social do Mundo, quebrando as barreiras de comunicação com a tecnologia para diversos sites de grandes empresas.
 

Por que precisamos de acessibilidade em libras?

No Brasil, 9,7 milhões de pessoas possuem deficiência auditiva (Censo 2010). De acordo com a Federação Mundial dos Surdos, cerca de 80% dos surdos não compreendem as línguas escritas como o português, e, no Brasil, dependem da acessibilidade em Libras para obter informação.

Isso significa que grande parte do conteúdo que essas pessoas encontram na Internet não é acessível para eles. Apenas 1% dos sites brasileiros considerados acessíveis para pessoas com deficiência auditiva.

Com a implantação da tradução em libras em nosso site, além de alcançarmos ainda mais pessoas, contribuímos diretamente para uma sociedade mais inclusiva.

 

Acessibilidade Usiminas

E não é de hoje que a Usiminas se preocupa com a acessibilidade em suas ações. Para promover mais inclusão em suas atividades, democratizando ainda mais o acesso à arte e ampliando o público atendido nos espaços culturais Usiminas, o Instituto Usiminas tem parceria com a Associação dos Surdos de Ipatinga (Asipa) e possui um profissional intérprete de Libras – Língua Brasileira de Sinais – para  fazer a tradução de todas as atrações de sua programação. 

Durante a pandemia do novo coronavírus, o Instituto Usiminas continuou oferecendo a tradução em libras em toda sua programação virtual. 

Quer saber mais sobre as ações de inclusão da Usiminas? Confira!