Blog da Usiminas

Aço Usiminas em torres eólicas no mercado internacional

Compromisso com os clientes e também com a geração de energia limpa em todo o mundo. O aço Usiminas está presente em diferentes soluções e também em diferentes países. Exemplo disso é o fornecimento de Chapas Grossas para torres eólicas produzidas pelo nosso cliente GRI Calviño, na Argentina, e exportado para o exterior.

É isso mesmo! O trabalho realizado nas nossas usinas vem sendo reconhecido também pelo mercado internacional. Vem conferir.

Os aços Estruturais da Usiminas

No segmento de Chapas Grossas, a Usiminas dispõe de linhas de produção com o uso de laminação controlada e tratamento térmico, e de laminação controlada e resfriamento acelerado. Essas combinações geram aço de qualidade, em diferentes níveis de resistência mecânica.

Os aços estruturais, especificamente, são aços-carbono manganês ou microligados de baixa, média e alta resistência mecânica produzidos por laminação convencional, laminação controlada ou laminação controlada + resfriamento acelerado (TMCP). São aplicados em componentes estruturais de pontes, edifícios, galpões, máquinas agrícolas, implementos rodoviários e, claro torres eólicas.

O uso de torres eólicas

Embora pareça uma solução nova, a energia eólica é usada há mais de 3 mil anos. Antigamente, ela era utilizada por meio dos moinhos. Ao longo do tempo, a força dos ventos passou a ser utilizada não apenas para gerar força mecânica, mas, também, energia elétrica.

Estima-se que nos últimos cinco anos as energias solar e eólica tenham dobrado a sua participação, representando atualmente 10% da energia produzida no mundo. No Brasil, a primeira turbina de energia eólica foi instalada em Fernando de Noronha, em 1992. Hoje, a energia produzida a partir dos ventos já é a segunda principal fonte da matriz energética, atrás apenas das usinas hidrelétricas.

Parceria com a GRI Calviño

Com apenas três anos de operações, a GRI Calviño fez questão de destacar a relação com a Usiminas. “Somos a prova viva de que com muito trabalho, esforço e parceiros confiáveis é possível vencer desafios. Que essa tenha sido a primeira de muitas outras exportações que possamos fazer em parceria com a Usiminas”, celebrou Roberto Pamfilio, gerente de planta da GRI Calviño.

Marcos Eulálio de Paula Ferreira, gerente de contas da Usiminas, também destacar o foco da empresa nos clientes. “Estamos muito orgulhosos dessa sólida relação que estamos construindo com a GRI Calviño. E muito orgulhosos também do trabalho de toda a equipe Usiminas, desde a operação, responsável pela produção do aço, até o fim do processo, com as etapas de Vendas e Assistência Técnica. É sempre um trabalho coletivo”.

É o aço Usiminas sendo usado para gerar energia sustentável.

A Usiminas também produz aço para energia solar. Confira aqui mais detalhes o Usi Solar, nosso aço exclusivo para esse mercado!