Blog da Usiminas

Cinco motivos para construir usando aço

O aço possui inúmeras características que o tornam destaque em diversos segmentos, como na construção civil. Mas, afinal, quais são os principais benefícios das construções em aço? Confira cinco exemplos destacados pelo Centro Brasileiro da Construção em Aço (CBCA):

Racionalização de materiais e mão de obra

Em uma obra com o uso de processos convencionais, o desperdício de materiais pode chegar a 25%. A estrutura em aço permite o uso de sistemas industrializados, reduzindo o desperdício.

Menor prazo para conclusão

Estima-se que as construções em aço sejam concluídas com até 40% de antecedência na comparação com os métodos convencionais, já que alguns processos de fabricação e execução podem ser feitos simultaneamente, além da montagem da estrutura não ser tão afetada por períodos chuvosos.

Precisão e durabilidade

A estrutura em aço dá ao cliente a garantia de uma obra com qualidade superior, devido ao rígido controle existente durante todo o processo industrial. Além disso, na construção em aço a precisão é medida em milímetro, permitindo uma estrutura perfeitamente aprumada e nivelada.

Versatilidade

O aço dá aos arquitetos maior liberdade de criação, permitindo a elaboração de projetos ainda mais arrojados e marcantes. Além disso, pode ser usado também em uma estrutura mista, sendo compatível com componentes pré-fabricados e até materiais convencionais, como tijolos, blocos e lajes moldadas.

Sustentabilidade

O aço é um produto 100% reciclável e as estruturas podem ser desmontadas e reaproveitadas sem perder nenhuma de suas qualidades. Além disso, esse tipo de construção reduz o consumo de madeira na obra.

As estruturas em aço se destacam no mercado como uma das alternativas mais viáveis para os empreendimentos. O uso do aço de forma complementar aos métodos convencionais já é uma realidade nas construções brasileiras e a expectativa é de que, cada vez mais, a estrutura do futuro seja mista, com a utilização do melhor de cada material.

Quer saber mais sobre aço e sobre a Usiminas? Confira nosso site.